This is a platform for User Generated Content. G/O Media assumes no liability for content posted by Kinja users to this platform.

Como Ter Lábios Mais Bonitos E Hidratados

Após Avaliações, Bruna Marquezine Faz Desabafo Pela Internet

Você costuma utilizar esses produtos diariamente? A gente aposta que sim. Saiba, deste jeito, que é preciso higienizar os pincéis, coadjuvantes pela hora de montar uma make excelente, constantemente - então, o traço de alergia e outros probleminhas que o acumulo de sujeira razão cai drasticamente. Quer saber como fazer isso?

Advertisement

Conversamos com o makeup artist Silvio Rocha, que nos deu três sugestões de ouro para botar essa limpeza em prática. E tenha em mente: maquiadores necessitam fazer repetir o método cada semana; neste instante pessoas comuns, que utilizam pinceis somente uma vez ao dia, de 15 em 15 dias ou de 20 em vinte dias. Molhe as cerdas na água (não molhe o cabo!), coloque uma gota de shampoo neutro pela mão e faça movimentos circulares com o pincel de maquiagem a respeito da gota.

  • Memória do Dia
  • Seja simpática
  • Como Começar a Platinar Cabelos Cacheados + Eu e meu Platinado, Trajetória
  • Utilize o flash com moderação

Enxágue bem e, se encontrar fundamental, repita o método até retirar todos os resíduos que estão nas cerdas. Depois disso, estenda uma tolha pela sombra em uma superfície plana e deixe o pincel de maquiagem em cima para secar. Mantenha o acessório sempre inclinado para pequeno, porque com o tempo a umidade poderá detonar com a cola que fica entre as cerdas e o cabo. Borrife a solução nas cerdas secas do pincel de maquiagem e esfregue levemente em um lenço, toalha ou papel toalha, até sair todo o objeto. Deixe secar na sombra: poderá demorar de 30 a quarenta minutos, mas é uma opção mais rápida em comparação com a anterior. Ele é uma excelente opção para as pessoas que trabalha com maquiagem e precisa utilizar constantemente os pincéis de maquiagem profissonais em diferentes consumidores.

Advertisement

As fotos do meu aniversário de treze anos acompanham a transição dramática: eu não sabia resolver com eles, ninguém na minha família sabia. Às vezes eu usava creme demasiado e o cabelo “ensebava”, algumas vezes de menos, e me sentia a própria medusa. E o cabelo era só cota da dificuldade. O corpo (nunca fui magrinha), o tom de pele (a toda a hora fui tachada de “branquela azeda”)e minha personalidade (jamais fui uma sensacional menina) completavam o combo que fazia de mim uma pessoa sem conserto. Ah, esqueci de mencionar minhas “orelhas de abano” - quem sabe o superior fundamento da minha desonra. Como Ser Uma Revendedora Mary Kay? /p>

É claro que não cheguei a conclusões horríveis a meu respeito sozinha. Foi preciso que muita gente me fizesse notar culpada por não estar dentro de determinadas normas esperadas. Graça Da Mulher exemplos são infinitos, e vem de pessoas que “queriam proteger”. Dicas De Maquiagem Pro Halloween 2018 eu era uma criancinha esperta, entretanto muito masculina: deveria me comportar como a fulana, uma verdadeira mocinha. Outra comentou que eu nem era feiosa, entretanto que meu cabelo era um desastre. Houve quem dissesse que eu não podia tratar grande ou usar palavrões - estranhamente as críticas era só direcionadas a mim; meus coleguinhas de categoria podiam fazer o que bem entendessem.

Advertisement

Em família, o paradigma de posicionamento e graça era uma prima com a mesma idade, no entanto loira, magra e obediente. Era ela que eu deveria imitar, era de boneca que eu deveria brincar ao invés correr no meio do mato com um boné na cabeça. Nunca fui exatamente popular, pelo motivo de, além de tudo, eu era considerada esquisita.

Gostava de ler, fazia aulas de teatro, queria falar sobre isso coisas que não interessavam minimamente as pessoas dos dois colégios em que estudei. Dicas De Maquiagem Para Olhos Claros ficou tão insuportável que tentei arduamente me convir. Logo eu que jurei jamais ceder o braço a torcer, imagine. Desisti de simbolizar também, aquilo estava me fazendo ainda mais jururu. Aos solavancos e de forma bastante esparsa finalizei uns poucos amigos no Ensino Médio. A verdade é que só fui começar a me notar bem comigo mesmo já pela universidade, numa cidade maior, onde eu não me sentia tão cerceada.

Advertisement

Eu tinha 17 anos e, de repente, o universo externo era muitíssimo envolvente, eu não precisava mais me fechar dentro de mim. A diferença principal não foi deixar de ser esquisita (é o tipo de coisa que dizem sobre mim até hoje)no entanto ter sido aceita plenamente com toda a minha esquisitice. Meu cabelo é tão indomável quanto a dona e gosto disso - emprego-o menos como ornamento e mais como metáfora. Fui capaz de falar à primeira chefe que tive que ela estava sendo absurda ao aconselhar que eu fizesse uma escova progressiva pra “parecer mais profissional”.

Tive um pseudo-namorado que dizia que eu às vezes me comportava como uma mulher “descomplicado” (por beber, pronunciar-se grande e ter amigos homens): dá para assimilar o porquê de eu ter chamado o camarada de pseudo, né? Mandei-o pastar antes que quisesse controlar o tamanho do meu decote. Hoje saio à avenida de um jeito que jamais imaginei ser possível aos treze anos: usando um rabo de cavalo! Sim, com as orelhas à mostra.

Share This Story

Get our newsletter